Tutancâmon, quem foi? Vida e morte da múmia mais famosa da História

Certamente, uma das maiores e mais famosas personalidades do Antigo Egito é o faraó Tutancâmon. Mas afinal, porque um faraó que governou durante tão pouco tempo é tão famoso e cheio de mistérios? Nessa matéria vamos nos aprofundar mais sobre na do “faraó menino” e também explicar alguns dos mistérios envolvendo o mesmo.

Primeiramente, vamos contar um pouco sobre sua história. Tutancâmon nasceu em 1346 a.C., sendo filho do faraó Aquenáton. Seu reinado durou entre os anos de 1336 a.C. a 1327 a.C. Durante o reinado, o garoto mudou muitas coisas, como por exemplo a capital do Egito para Memphis e também a religião, que passou a ser politeísta novamente.

Ele morreu em 1327 a.C., e até pouco tempo não se sabia ao certo o que tinha causado sua morte. Primeiramente, acreditava-se que ele teria sido assassinado com um golpe na cabeça. Apesar de muitos defenderem essa teoria, em 2005, após tomografia computadorizada (TC) do corpo do faraó, as coias mudaram.

Foram produzidas mais de 1700 imagens para se estudar a múmia e com isso a real causa de sua morte foi descoberta. Aparentemente, Tutancâmon foi morto por um ferimento na perna, provavelmente causado durante uma caçada. Os ossos do crânio quebrados, que viabilizavam a teoria da morte por assassinado, provavelmente aconteceram por problemas na hora do embalsamento.

Mistérios

Tutancâmon - Quem foi o "Faraó Menino"
Tutankhamun

Embora muitas coisas já tenham sido descobertas sobre o faraó Tutankamon, ele ainda é cercado de mistérios. Certamente, tudo começou quando estavam descobrindo e entrando na tumba do faraó.

Alguns dos homens que trabalhavam na escavação morreram de forma misteriosa e inesperada, começando assim uma lenda. As coisas só pioraram quando descobriu que as escrituras diziam que pessoas que perturbassem o sono eterno de Tutankamon, sobretudo, morreriam.

Por fim, foi descoberto que a morte dos trabalhadores seu deu pelo contato com um mortal. Todavia, muitos ainda acreditam em diversas teorias, uma mais maluca que a outra, sobre o tal faraó. Confira em seguida algumas curiosidades sobre Tutancâmon

7 curiosidades e mistérios sobre o faraó Tutancâmon

1 – Sua verdadeira aparência

Tutancâmon - Quem foi o "Faraó Menino"
CNN

Os famosos caixões egípcios sempre tentavam representar as pessoas que estavam dentro deles. Mas isso nem sempre era uma regra, uma vez que o próprio Tutancâmon se mostrou bem diferentes quando se usou tecnologia para conhecer sua verdadeira face.

No documentário Tutankhamun: The Truth Uncovered, após de mais 2 mil tomografias e análises genéticas, chegou a imagem que você acima. Ele tem dentes proeminentes, seu pé esquerdo era toro e, por fim, seu quadril era bem largo.

2 – Tutancâmon pode ter sido fruto e incesto

Tutancâmon - Quem foi o "Faraó Menino"
BBC

Incesto era uma coisa bastante comum entre os membros da realiza do Antigo Egito. Isso se dava, principalmente, para que as riquezas permanecessem em uma mesma família. É provável que o Faraó Menino tenha sido fruto de incesto, uma vez que seu pai, o faraó Aquenáton, se casou com suas duas irmãs. Uma vez que relações entre familiares poderia ser prejudicial a saúde do bebê, isso explicaria os defeitos genéticos de Tutancâmon.

3 – Casamento e, novamente, incesto

Tutancâmon - Quem foi o "Faraó Menino"
Museu Tut

Tutancâmon começou a governar o reino com apenas 8 ou 9 anos. Ao mesmo tempo, o faraó também teve uma esposa, que na verdade era sua irmã. Anquesenamom era filha de Aquenáton e Nerfetiti e ela e seu irmão eram os únicos sobreviventes daquela família real.

Conforme os anos se passara, ela engravidou duas vezes, porém os filhos que morreram após o nascimento. Ambos estavam enterrados no túmulo de Tutancâmon no Vale dos Reis.. Não se sabe ao certo como ela morreu, apesar de ter ficado viva após a morte do marido.

4 – Significado do seu nome

Tutancâmon - Quem foi o "Faraó Menino"
Aventuras na História

Todos conhecem Tutancâmon por esse nome, mas nem sempre foi assim. Primeiramente, o faraó se chamava Toutankhaton, que significava “a imagem viva de Áton”. Aton seria um neter que representava um tipo de deus para os egípcios em uma religião monoteísta.

Como dito anteriormente, o Faraó Menino adotou uma religião politeísta e a partir daí adotou o novo nome. Seu significado era “imagem viva de Amon”, sendo Amon um dos 8 deuses da religião egípcia.

5- O tesouro de Tutancâmon

Tutancâmon - Quem foi o "Faraó Menino"
História Mundi

No Egito, pessoas de muito poder eram enterradas com seus pertences ou algumas riquezas, já que se acreditava na vida após a morte. Como Tutancâmon era uma grande faraó, seu túmulo estava recheado de coisas muito preciosas. Além da máscara mortuária de outo, também foram encontrados móveis gigantes de ouro, além de sandálias exclusivas. Nessas sandálias estavam seus inimigos, simbolizando que ele poderia pisar em todos.

6 – Faraó Menino e extraterrestres

Tutancâmon - Quem foi o "Faraó Menino"
Acient-Origns

Principalmente pela construção das pirâmides, os Egípcios sempre foram ligados ao sobrenatural. Com Tutancâmon não foi diferente, e agora estamos falando de uma famosa adaga. Essa tal adaga estava no túmulo do faraó, porém não era apenas mais um objeto como qualquer outro. Cerda de 11% do objeto era compatível com um material visto em meteoritos.

Essa simples informação já gerou milhares teorias sobre o assunto. Uma curiosidade sobre a adaga é que o material, por ser de difícil acesso naquela época, era mais cara que ouro.

7 – O Faraó é pop

Tutancâmon - Quem foi o "Faraó Menino"
Monet

Certamente, Tutancâmon está ao lado de Cleópatra e Ramsés II quando estamos falando de faraós conhecidos. Mesmo 3200 anos após sua morte, ele se tornou bastante popular, principalmente pela sua idade e os mistérios envolvendo sua história. Em 1922 o rei renasceu novamente e está sendo homenageado de diversas formas. Talvez essa tenha sido a famosa “vida após a morte”.

Dentre as principais homenagens estão nas diversas teorias sobre sua vida, a minissérie do canal The History Channel e também referências que cantoras usam em shows e clipes, como por exemplo a Beyonce. Na minissérie citada, acompanhamos o faraó durante 3 episódios que contam um pouco sobre sua vida, até chegar ao domínio do Antigo Egito.

Leave a Comment