Sistema Cardiovascular – Função, características e órgãos do sistema

O sistema cardiovascular, também chamado de sistema circulatório, é o sistema responsável por garantir o transporte de sangue pelo corpo, permitindo, dessa forma, que nossas células recebam nutrientes e oxigênio.

Esse sistema é composto pelas seguintes estruturas:

  • Coração: órgão responsável por garantir o bombeamento do sangue;
  • Vasos sanguíneos: são tubos por onde o sangue passa. Os três principais tipos de vasos sanguíneos são: artérias, veias e capilares.

Sendo assim, na matéria de hoje veremos as características e funções de cada um desses órgãos do sistema cardiovascular. Então vamos lá!

Vasos sanguíneos

Os vasos sanguíneos do sistema cardiovascular constituem uma ampla rede de tubos fechados por onde circula o sangue, distribuídos por todo o corpo. Existem três tipos de vasos sanguíneos: as artérias, as veias e os vasos capilares.

Sendo assim, veja a seguir, algumas características básicas desses três vasos:

Artérias

As artérias são vasos sanguíneos do sistema cardiovascular. Elas garantem o transporte do sangue do coração para os diferentes tecidos do corpo. Permitindo, desse modo, que ocorra o fornecimento de oxigênio e nutrientes para todas as células.

A musculatura das artérias é espessa, formada de tecido muscular bastante elástico. Permite, dessa maneira, que as paredes se contraiam e relaxem a cada batimento cardíaco.

As artérias se ramificam pelo corpo e vão se tornando mais finas, constituindo as arteríolas, que por sua vez se ramificam ainda mais formando os capilares.

Fonte: Tua Saúde

Veias

Veias são vasos sanguíneos do sistema cardiovascular, que apresentam como função retornar o sangue dos vários tecidos do corpo para o coração. Elas resultam da confluência de vasos capilares em um sistema de vasos que vai aumentando seu diâmetro à medida que se aproxima do coração.

Sua parede é mais fina que a das artérias e, portanto, o transporte do sangue é mais lento. Assim, a pressão do sangue no interior das veias é baixa, o que dificulta o seu retorno ao coração. A existência de válvulas nesses vasos, faz com que o sangue se desloque sempre em direção ao coração.

Obs.: A maior parte das veias (jugular, safena, cerebral e etc.) transporta o sangue venoso, ou seja, rico em gás carbônico. Já as veias pulmonares, transportam o sangue arterial, oxigenado, dos pulmões para o coração.

Fonte: Estudo Prático

Vasos capilares

Os vasos capilares são ramificações microscópicas de artérias e veias, que integram o sistema cardiovascular, formando uma rede de comunicação entre as artérias e as veias.

Sendo assim, os capilares apresentam como função principal realizar trocas entre o sangue e os tecidos, garantindo que nutrientes e oxigênio sejam passados para as células. Por causa dessa função, é importante que esses vasos sejam delgados.

Suas paredes são constituídas por uma camada finíssima de células, e por isso é permitida a troca de substâncias do sangue para as células e vice-versa.

Fonte: Escola Kids

Coração

O coração é um órgão do sistema cardiovascular que se localiza na caixa torácica, entre os pulmões. Possui a função de bombear o sangue através dos vasos sanguíneos para todo o corpo.

O coração humano um órgão oco e musculoso, é basicamente constituído por três camadas:

  • Pericárdio: é a membrana que reveste externamente o coração, como um saco. Esta membrana propicia uma superfície lisa e escorregadia ao coração, facilitando seu movimento ininterrupto;
  • Endocárdio: é uma membrana que reveste a superfície interna das cavidades do coração;
  • Miocárdio: é o músculo responsável pelas contrações vigorosas e involuntárias do coração; situa-se entre o pericárdio e o endocárdio.

Sendo assim, o miocárdio apresenta internamente quatro cavidades, sendo elas:

  • Átrio direito e átrio esquerdo, em sua parte superior;
  • Ventrículo direito e ventrículo esquerdo, em sua parte inferior.
Fonte: Amantes da Biologia

Desse modo, o átrio direito comunica-se com o ventrículo direito e o mesmo acontece do lado esquerdo. No entanto, não há comunicação entre os dois átrios, nem entre os dois ventrículos.

Portanto, para impedir o refluxo do sangue dos ventrículos para os átrios existem válvulas. Entre o átrio direito e o ventrículo direito é a válvula tricúspide, já entre o átrio esquerdo e o ventrículo esquerdo é a mitral ou bicúspide.

Além disso, o coração possui dois tipos de movimentos: sístole e diástoleA sístole é o movimento de contração em que o sangue é bombeado para o corpo. A diástole é o movimento de relaxamento, quando o coração se enche de sangue.

Desse modo, a região que origina o batimento cardíaco é chamada de nó sinoatrial,e ele é caracterizado por ser um aglomerado de células que produzem impulsos elétricos.

Pulsação

A pulsação do sistema cardiovascular é observada a cada vez que os ventrículos se contraem, impulsionando o sangue para as artérias, ou a cada batida do coração.

Por esse movimento de pulsação, também chamado de pulso arterial, é possível verificar a frequência dos batimentos cardíacos.

Além disso, é importante destacar que o coração é um órgão que funciona em ritmo constante. As irregularidades no seu ritmo indicam o mau funcionamento do coração, caracterizadas pelas arritmias cardíacas.

Portando, as arritmias podem se manifestar com palpitações, dificuldades respiratórias, dor no peito, tonturas e desmaios.

Fonte: Wix Site

Sistema cardiovascular e circulação nos seres vivos

No sistema cardiovascular, o sangue chega ao coração pelo átrio direito por meio das veias cavas, ou seja, o sangue rico em gás carbônico e pobre em oxigênio. Esse sangue desoxigenado segue, então, para o ventrículo direito.

Do ventrículo direito, é bombeado para os pulmões via artérias pulmonares. Sendo assim, nos pulmões, ocorre o processo de hematose (sangue até então rico em gás carbônico, recebe oxigênio proveniente da respiração pulmonar).

Portanto, o sangue rico em oxigênio volta ao coração via veias pulmonares, chegando a esse órgão pelo átrio esquerdo. Do átrio, ele segue para o ventrículo esquerdo.

Do ventrículo esquerdo, o sangue segue para o corpo, saindo do coração pela artéria aorta. O sangue então segue para os vários órgãos e tecidos do corpo.

Após isso, nos capilares, conforme visto anteriormente, ocorrem as trocas gasosas. O oxigênio presente no sangue passa para os tecidos e o gás carbônico produzido na respiração celular passa para o sangue.

Os capilares reúnem-se formando vênulas, que formam as veias, as quais seguem levando o sangue pobre em oxigênio para o coração. Desse modo, as veias cavas superiores e inferiores garantem que o sangue rico em gás carbônico seja levado até o átrio direito.

Fonte: Capacitação PCR
Leave a Comment