Quem foi Frida Kahlo

Frida Kahlo foi uma pintora mexicana conhecida pelas suas obras de identidade visual forte e coloridas. Após a sua morte, também foi reconhecida por sua representatividade feminina e sua luta pelo feminismo. Suas obras retratam o universo feminino, suas dores e a política.

Biografia

Magdalena Carmen Frida Kahlo y Calderon, conhecida como Frida Kahlo, nasceu em Coyoacan, no México, em 1907. Quando criança, lutou contra uma poliomielite que deixou sequelas em suas pernas.

Foi uma das primeiras mulheres a estudar na Escola Preparatória Nacional do México. Sofreu um acidente aos dezoito anos, que a deixou acamada por vários meses. Nesse período, encontrou-se na pintura e fez diversos autorretratos.

Frida casou-se com o pintor Diego Rivera, com que viveu boa parte de sua vida, mas teve um relacionamento conflituoso. Suas obras eram retratos de sua própria vida, mas que discutem a força feminina na sociedade.

Possuía um traço bem demarco e optava por usar cores fortes. Sofreu muito devido ao seu quadro de saúde e veio a falecer alguns meses após a amputação de uma perna, em 1954.

Características

  • Autobiografia;
  • Cores fortes;
  • Traços bem definidos;
  • Presença da figura feminina;
  • Pintava a dor;
  • Natureza e anatomia humana como temática e metáfora.

As obras de Frida Kahlo retratam as fases da sua vida, e muitas vezes apresentam suas dores de forma a representá-las universalmente. Além disso, Frida teve como inspiração as tradicionais artes mexicanas e a vida das mulheres. A pintora retratava questões políticas de forma metafórica e intensa.

Principais obras

Ao longo de sua trajetória, Frida Kahlo pintava suas emoções, amores e dores de acordo com cada fase da sua vida. Sua condição de saúde a colocou em diversas situações dolorosas que foram expressadas em desenhos. A sua principal musa foi ela mesma, ao pintar seus autorretratos.

Autoretrato em um vestido de veludo (1926)

WikiArt

Essa obra foi um presente de Frida Kahlo para Alejando Gómes Dias, um amante da pintora. Acredita-se que a principal referência para o quadro seja a obra “O Nascimento da Vênus”, de Botticelli.

Frida e Diego Hivera (1931)

WikiArt

O quadro foi um presente dedicado ao amigo do casal, Albert Bender. O marido de Frida é representado com seu material de trabalho nas mãos, pois também foi um grande pintor mexicano. Foi o grande amor da pintora.

Minha ama e eu (1937)

WikiArt

O quadro trata-se de uma representação do período de amamentação de Frida Kahlo. Ao nascer, sua mãe não tinha leite para amamentá-la, por isso foi entregue a uma ama indígena. Os olhares das figuras apresentam uma ausência de ligação entre a ama e o bebê.

O veado ferido (1946)

WikiArt

A figura metamorfoseada entre Frida e um veado. O veado representa elegância, fragilidade e delicadeza, que seria uma identificação de Kahlo com o animal.

A coluna partida (1944)

WikiArt

Nessa obra, a pintora representa a dor e seu sofrimento após procedimentos cirúrgicos que passou, devido a problemas na coluna.

Frida Kahlo produziu diversas obras intrigantes com características autobiográficas. Pintava um universo micro-social, íntimo, porém capaz de representar os sofrimentos da figura feminina num âmbito macro.

Curiosidades sobre Frida Kahlo

A pintora mexicana teve uma vida difícil que a inspirou nas suas criações. Confira algumas curiosidades sobre Frida Kahlo:

  • Frida foi estudante de medicina antes de começar a pintar;
  • Foi a primeira mexicana a ter uma obra no museu do Louvre;
  • Uma de suas obras é registrada como a obra latino-americana mais cara já leiloada;
  • Também era escritora;
  • Quando criança contraiu poliomelite, o que deu a ela o apelido de “perna de pau”;
  • Era poliglota: falava espanhol, inglês, francês, russo e alemão;
  • Foi professora da Escola Nacional de Pintura e Escultura do México.

As obras que retratam a vida da própria artista são indício da forte e representativa personalidade de Frida Kahlo, símbolo de luta e resistência feminina.

4 frases de Frida Kahlo

Frida também era uma grande pintora das palavras, após a sua morte, pudemos conhecer grandes frases escritas por ela, confira algumas:

  1. Estou pintando um pouco, sinto que aprendi algo e estou menos estúpida do que antes.
  2. Eu me pinto porque estou muitas vezes sozinha e porque sou o tema que conheço melhor.
  3. Se você me quer em sua vida, coloque-me nela. Eu não deveria estar lutando por uma posição.
  4. Espero que a partida seja feliz e espero nunca mais voltar.

Essas são apenas algumas das frases de Frida, mas a artista deixou no mundo uma série de pensamentos escritos sobre a sua posição no mundo, enquanto mulher e símbolo de resistência feminina.

Vídeos sobre a vida de Frida Kahlo

Veja o trailer do filme Frida Kahlo com direção de Julie Traymor, que estreou no cinema no ano de 2002. Um ótimo filme para conhecer a história da pintora:

Leave a Comment