Pandemias – 8 maiores doenças que se espalharam pelo mundo

Certamente, a recente pandemia de coronavírus gerou uma situação de alerta ao redor do mundo inteiro. O vírus causador da Covid-19, entretanto, não é o primeiro responsável por pandemias na nossa história.

Com milhões de infectados ao redor do mundo, o vírus causou o cancelamento de eventos esportivos e culturais, bem como  também situações de quarentena em diferentes países. A princípio detectado em Wuhan, na China, rapidamente ganhou o muito e foi considerado pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Essa, no entanto, é só mais uma das várias pandemias do planeta. Em momentos do passado, outras doenças também foram responsáveis por danos em todo o mundo. Provavelmente você quer conhecer elas, e nós mostramos.

8 principais pandemias da história

Gripe Espanhola

Pandemias - 8 maiores doenças que se espalharam pelo mundo
LiveScience

Estima-se que cerca de 40 a 50 milhões de pessoas morreram com a gripe, em 1918. Causada por uma variação do vírus influenza, também chegou a infectar mais de um quarto da população do mundo. Por causa disso, até mesmo o presidente do Brasil a época, Rodrigues Alves, morreu infectado.

Acima de tudo, o vírus começou na Europa e chegou no Brasil pelo transatlântico Demerara. Além disso, em São Paulo, um remédio caseira feito com cachaça, limão e mel era muito consumido pela população. Mais tarde, a receita teria dado origem à caipirinha.

Peste Bubônica

Pandemias - 8 maiores doenças que se espalharam pelo mundo
LiveScience

A doença foi responsável por causar a Peste Negra, que tomou conta da Europa no século 14. Cerca de 75 a 200 milhões de pessoas morreram, reduzindo drasticamente a população mundial.

Por fim, uma das mais populares pandemias da história é causada pela bactéria Yersinia pestis e se espalha por meio de pulgas e roedores.

Gripe Suína

Pandemias - 8 maiores doenças que se espalharam pelo mundo
LiveScience

Provavelmente você não sabe, mas a H1N1 foi a primeira das pandemias registradas no século 21. O vírus apareceu em porcos do México, em 2009, e rapidamente ganhou o mundo. Ao todo, 16 mil pessoas foram mortas. No Brasil, 627 pessoas foram contaminadas num espaço de dois meses, segundo o Ministério da Saúde.

Além disso, os sintomas são semelhantes ao da gripe, incluindo febre, tosse, dor de garganta e dores no corpo.

HIV

Pandemias - 8 maiores doenças que se espalharam pelo mundo
LiveScience

Desde a década de 80, estima-se que mais de 20 milhões de pessoas já morreram por complicações da AIDS. A epidemia provocada pelo vírus HIV começou nessa época e até hoje preocupa, uma vez que não tem cura. Por outro lado, ela pode ser prevenida com o uso de preservativo, já que é transmitida sexualmente.

Por fim, após o surto inicial, entretanto, a educação ajudou a reduzir o número de caso. Nos últimos anos, porém, ela voltou a assustar. No Brasil, entre 2010 e 2018 houve um aumento de 21% dos casos.

Varíola

Pandemias - 8 maiores doenças que se espalharam pelo mundo
CNN

Primeiramente, a varíola é uma das pandemias que conseguiu ser erradicada do planeta. Antes disso, porém, aterrorizou a humanidade por mais de 3 mil anos. Autoridades como o faraó egípcio Ramsés II, a rainha Maria II da Inglaterra e o rei Luís XV da França estiveram entre as vítimas da doença.

Além disso, os sintomas incluíam febre, seguida de erupções na garganta, na boca e no rosto. Graças a uma intensa campanha de vacinação em massa, entretanto, a doença foi erradicada, em 1980.

Tifo

Pandemias - 8 maiores doenças que se espalharam pelo mundo
ABC News

Entre 1918 e 1922, mais de 3 milhões de pessoas morreram de tifo. Por causa do estado criado pela Primeira Guerra na Europa, criou-se um ambiente de miséria que permitiu o desenvolvimento de doenças. Além disso, a precariedade das redes de saneamento gerou a proliferação do número de ratos no continente. Uma vez que o tifo tem origem similar a da peste bubônica, se espalhou pela região, especialmente na Rússia.

Cólera

Pandemias - 8 maiores doenças que se espalharam pelo mundo
CNN

A primeira das pandemias de cólera, em 1817, matou centenas de milhares ao redor do mundo. A partir daí, a bactéria Vibrio cholerae já sofreu mutações e continua provocando novos surtos epidêmicos. Entre os sintomas, estão são diarreia intensa, cólicas e enjoo. Ainda que a doença já tenha vacina, ela não é 100% eficaz e o tratamento com antibióticos também é necessário.

Como sua transmissão acontece pelo consumo de águas ou alimentos contaminados, acontece prioritariamente em países subdesenvolvidos. No Iêmen, por exemplo, somente em 2019 morreram mais de 40 mil pessoas com a condição.

Tuberculose

Pandemias - 8 maiores doenças que se espalharam pelo mundo
CNN

Um forte surto de tuberculose marcou o mundo entre 1850 e 1950. Dessa forma, a doença foi retratado por poetas românticos brasileiros como o Mal do Século. A doença ataca o sistema respiratório e já chegou a matar mais de 1 bilhão de pessoas no planeta. A doença só começou a ser controlada com a descoberta da penicilina, por Alexander Fleming, em 1928.

Leave a Comment