Nômades – Quem eram, tipos, como se baseava o estilo de vida itinerante

A primeira forma que o ser humano encontrou para sobreviver foi o nomadismo. Os nômades, em suma, eram pessoas que não viviam fixas apenas em um lugar.

Eles utilizavam dos recursos naturais como água e alimentos de um local e, quando acabava, mudavam para outra região.

Os primeiros humanos, portanto, surgiram em algum ponto da África e, com essa forma de vida, se espalharam pelo mundo.

A pré-história foi um período forte do nomadismo. Entre 1 milhão de anos e 10 mil anos a humanidade viveu assim. Principalmente durante o Paleolítico e parte do Neolítico.

Os nômades viviam da caça de animais pequenos e coleta de frutos. Com o desenvolvimento de novos utensílios, passaram a capturar animais de grande porte. Melhorando as possibilidades de sobrevivência do grupo.

Esse estilo de vida estava diretamente relacionado com condições climáticas e ritmo. Muitos acreditam que, por esses povos não terem deixado artefatos, não tinham cultura.

Contudo, possuíam inteligência e raciocínio lógico para conseguir sobreviver, organizar o grupo e fazer as mudanças.

Nômades - quem são e como é baseado o estilo de vida itinerante
Fonte: Império Retrô.

Posteriormente, aconteceu o desenvolvimento das primeiras técnicas agrícolas. Ou seja, com a possibilidade de retirar comida da terra, comunidades fixas começaram a aparecer. Conhecidas como sedentárias.

A partir daí, relações mais complexas de trabalho e sociedade começaram a surgir. Formando as primeiras civilizações da Antiguidade.

Há 10 mil anos, a agricultura se espalhou pelo mundo e trouxe outras necessidades. Assim, era preciso dominar rios para conseguir ter um bom plantio. Depois surgiram as construções de obras públicas e, com isso, uma Revolução Urbana.

Mesmo com a diminuição do número de nômades, ainda existem grupos sociais que vivem dessa forma pelo mundo.

Nômades - quem são e como é baseado o estilo de vida itinerante
Fonte: Info Escola.

Tipos de nômades

O nomadismo, aliás, é dividido em três grupos principais: caçadores-coletores, pastores e mercadores-artesãos.

Caçadores-coletores

O primeiro é de caçadores-coletores. Esses se deslocavam procurando animais para caçar, bem como plantas silvestres que servissem de alimento. Um exemplo são os índios do continente americano.

Pastores

O segundo grupo é o dos pastores. Esses, por sua vez, viajavam em busca de pastagem para seus animais.

A Bíblia, inclusive, descreve muitos desses povos, bastante comuns da Ásia Central, norte da África e Sibéria. No Cazaquistão, por exemplo, criavam ovelhas, cavalos, gado, cabras e camelos. E se mudavam de acordo com a época do ano, no verão iam para o norte buscar pasto.

Nômades - quem são e como é baseado o estilo de vida itinerante
Fonte: Alagoas no Brasil.

Mercadores-artesãos

Já, o terceiro grupo, é de mercadores-artesãos. Em suma, eles viajavam vendendo seus produtos ou prestando serviços.

Um bom exemplo que ainda continua firme atualmente são os ciganos. Contudo, algumas comunidades já se fixaram.

Leave a Comment