Marta Temido: “Devemos ter muito presente a leitura da OMS” sobre a vacina russa

  • Home
  • Portugal
  • Marta Temido: “Devemos ter muito presente a leitura da OMS” sobre a vacina russa

A ministra da Saúde reforçou esta quarta-feira que o Infarmed está a trabalhar com a Agência Europeia do Medicamento para garantir que Portugal está entre os países que terão acesso a uma vacina “eficaz” contra a Covid-19.

Marta Temido diz que o Governo e a Direção-Geral de Saúde (DGS) estão a acompanhar “com atenção” o fármaco registado ontem na Rússia, mas alerta para as declarações da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre o assunto.

“Penso que devemos ter muito presente a leitura da OMS a este propósito. É muito importante acelerar o processo de investigação e o progresso em relação à descoberta de uma vacina eficaz, mas não podemos sacrificar nem a segurança nem a eficácia terapêutica”, afirmou Marta Temido, em conferência de imprensa.

“O que nos interessa é garantir que quando tivermos uma vacina ela é segura, eficaz e tem todas as condições para que responda às necessidades dos portugueses”, explicou a governante, em declarações aos jornalistas.

Portugal regista, desde o início da pandemia, 53.223 casos confirmados de Covid-19, tendo-se registado mais 278 pessoas infetadas nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da DGS. O número de vítimas mortais do novo coronavírus no país aumentou para 1.764, o que corresponde a mais três mortes do que ontem, de acordo com a informação oficial da autoridade nacional de saúde.

Leave a Comment