Maca peruana: Engorda? É afrodisíaca? Todos os benefícios da super-planta

Segundo um artigo publicado na revista norte-americana Women’s Health, a planta Maca Peruana ou Lepidium Meyenii, é um tubérculo cultivado nas montanhas do Peru e na Cordilheira dos Andes. A maca peruana pode ser utilizada para controlar a diabetes, para emagrecer, no aumento da performance física, na atenuação dos sintomas associados à menopausa e no aumento da fertilidade masculina.

“A planta possui diversos benefícios, por exemplo, é rica em fibras e inúmeros nutrientes, incluindo vitamina C , cobre e ferro. Além desses nutrientes essenciais, o alimento contém diversos compostos bioativos. Glucosinolatos e polifenóis também são encontrados na planta”, refere a engenheira química, Evelin Egedy, àquela 

Como devo consumir a maca?

De acordo com Egedy deve ingerir entre 1,5 a 5 gramas por dia. “É importante ressaltar a importância de consultar sempre um profissional da área de saúde, para entender a dose ideal, as suas necessidades, e não ingerir em grandes quantidades desnecessárias”, alerta. 

Mito ou facto: A maca peruana aumenta a libido?

Segundo uma pesquisa recente o superalimento contraria a disfunção erétil (DE). Um estudo divulgado no periódico científico Journal of Andrology examinou homens que padeciam da condição, e conclui que aqueles que ingeriram maca durante quatro meses melhoraram seu o desempenho sexual, comparativamente aos voluntários que não a consumiram.

Já no caso das mulheres o superalimento pode ser altamente benéfico na altura da menopausa. “A maca peruana pode aliviar sintomas típicos da menopausa, incluindo a falta de libido, já que equilibra os níveis hormonais”, diz a profissional. “E também interfere no metabolismo ósseo, inibindo a desmineralização-perda de elementos minerais importantes como flúor e cálcio -, diminuindo a fadiga e deixando o corpo mais hidratado”.

Restrições: quem não deve ingerir maca

A Women’s Health sublinha que a maca pode afetar o funcionamento de determinadas hormonas, ou seja mulheres com problemas de saúde hormonais, incluindo endometriose, miomas uterinos e certos tipos de cancro, devem indagar um médico ou profissional de saúde antes de ingerirem o alimento. Adicionalmente, mulheres grávidas ou a amamentar também devem pedir a opinião de um especialista.

Leave a Comment