Dê pequenos grandes passos por um planeta melhor

Tudo o que fazemos – como nos deslocamos, o que comemos, os recipientes que usamos, a energia que gastamos, a água que gastamos ou a roupa que usamos, por exemplo – impacta o ambiente.

Diariamente, deixamos uma pegada que reflete a quantidade de dióxido de carbono que libertamos para a atmosfera. Quanto menor for, maiores os benefícios para o ambiente e para o planeta e, naturalmente, para todos nós.

Partilhamos algumas dicas que o podem ajudar a diminuir a sua pegada ambiental.

Compras sustentáveis

Evite os sacos de plástico e opte pelos ecobags, que são mais amigos do ambiente.

Prefira produtos locais e de época. Além de mais baratos e saborosos, têm uma pegada ecológica reduzida, o que não acontece com produtos que necessitem de percorrer longas distâncias, logo maior emissão de CO2, para chegar até si.

Escolha também produtos de comércio justo ou fair trade e, sempre que puder, evite embalagens descartáveis.

Diminua o lixo

Reduzir, reutilizar e reciclar o lixo diminui as emissões de CO2 e poupa ainda recursos e energia.

No caso da alimentação, reduzindo o desperdício poupa no orçamento. Estima-se que só em Portugal se desperdice mais de um milhão de toneladas de alimentos anualmente. Planear as refeições, nunca ir ao supermercado sem lista de compras e comprar a granel reduzem o desperdício alimentar em casa e, consequentemente, ajudam poupar.

Outro hábito que pode adotar é depositar o lixo reciclável nos ecopontos: papel/cartão, plástico/metal, vidro, pilhão, óleo alimentar, etc.

As embalagens como as caixas de gelados ou de takeaway, por exemplo, que se mantenham em bom estado depois de usadas, podem ser entregues a organizações de apoio aos sem-abrigo, como a Refood, entre outras, para distribuição de refeições. Informe-se na sua área.

Se tiver jardim ou uma horta na varanda, aproveite os restos alimentares para compostagem.

Comprar em segunda mão, doar o que não precisa e está em bom estado, trocar brinquedos e roupa com familiares e amigos, são outros gestos que permitem diminuir o lixo.

Consuma menos eletricidade

O consumo da eletricidade é fator a ter em conta se quiser diminuir a sua pegada ecológica. Algumas dicas que o podem ajudar:

  • Desligue os dispositivos eletrónicos sempre que não estiver a utilizar.
  • Na hora de adquirir eletrodomésticos, escolha os de maior eficiência energética.
  • Opte por lâmpadas de baixo consumo, LED ou outras.
  • Considere a instalação de painéis fotovoltaicos para autoconsumo.
  • Prefira fontes de energia renovável. A Coopérnico, por exemplo, é uma cooperativa de energias renováveis em que pode investir e/ou aderir.

Reduza o consumo de água

Ao diminuir o consumo de água evita desperdiçar milhares de litros de água, diminui a conta e ajuda o ambiente:

  • Feche a torneira enquanto lava os dentes e/ou se barbeia ou ensaboa durante o duche.
  • Repare fugas gota a gota.
  • Use as máquinas de roupa e loiça na capacidade máxima.
  • Se tiver plantas em casa, recolha a água inicial do duche, enquanto espera que aqueça, e use-a para as regar.

Deslocações mais sustentáveis

Também nas suas deslocações, diminuir o CO2 que emite para a atmosfera vai depender de muitos fatores:

  • Sempre que possível, desloque-se a pé, de bicicleta ou de transportes públicos.
  • Não descure a manutenção do carro, evitando assim gastos adicionais com combustível.
  • Escolha modelos de automóveis ecológicos.

Ferramentas que ajudam

Para melhorar a sua contribuição, conheça algumas ferramentasque podem ajudar:

  • Footprint Calculator – permite calcular a sua pegada ecológica.
  • Waterprint – permite saber a quantidade de água envolvida nas suas atividades diárias.
  • Ecofootprint – para saber a quantidade de CO2 que emite e formas de a reduzir.
  • Ecopilhas – aplicação que indica o pilhão mais próximo e permite pedir um minipilhão para ter a sua casa ou trabalho, com entrega no local onde lhe der mais jeito.

Sugestões de leitura

É vasta a oferta de livros com informação útil sobre o ambiente e formas de o proteger. Partilhamos uma pequena seleção para se inspirar:

  • Desperdício Zero, de Bea Johnson (Editorial Presença)
  • Desafio Zero, de Eunice Maia (Manuscrito)
  • Uma Horta em Casa, de Isabel de Maria Mourão e Miguel Maria Brito (ArtePlural Edições)
  • Viver sem Plástico, de Will McCallum (Objetiva)
  • A Viagem mais Improvável, de Walter Alvarez (Arte e Ciência)
  • Manual de Combate às Alterações Climáticas, de João Camargo (Parsifal)
  • A História das Coisas, de Annie Leonard (Editorial Presença)
  • Salvem o Mundo – Não Existe Planeta B, de Louise Bradford (IN)
Leave a Comment