Cruzadas, o que são? História, principais objetivos e consequências

Durante os séculos XI e XII Jerusalém se encontrava sobre o domínio de muçulmanos e cristão. A fim de obter domínio total sobre a Palestina, chamada de Terra Santa, os cristão iniciaram um movimento denominado Cruzadas. Assim, as Cruzadas eram expedições militares comandadas, principalmente, pela Igreja.

Os movimentos partiram da Europa Ocidental e duraram, aproximadamente, duzentos anos. Estima-se que tenha existido cerca de quatro Cruzadas históricas. Porém, o movimento é considerado contínuo. Com as Cruzadas, grupos como a Ordem de São João de Jerusalém e os Cavaleiras Templários surgiram.

Visto isso, além de denominar os movimentos militares liderados pela Igreja, as Cruzadas também se referiam as guerras religiosas e, até mesmo, movimentos de ordem política e moral que existiam naquela época.

Principais objetivos das Cruzadas

O movimento religioso surgiu após a insatisfação dos cristãos com a corrupção de bispos e abades. Por conta disso, a sociedade feudal começou a entrar em crise devido à corrupção dos líderes religiosos. Dessa forma, as Cruzadas serviram como auxílio na luta por território e denominação dos cristãos.

A guerra santa, como ficou conhecida, teve participação de diversos grupos sociais. Dessa forma, era comum ver crianças, mendigos, camponeses e nobres lutando nos combates. A motivação da sociedade europeia em lutar por território vinha da vontade de se livrar das crises econômicas e sociais. Os cristãos acreditavam que grande parte dos problemas eram advindos da presença dos muçulmanos.

Cruzadas, o que são? História, principais objetivos e consequências
Invasão de Jerusalém. Fonte: Educa mais Brasil

De fato, uma das mudanças mais significativas que a guerra santa trouxe foi o não isolamento da sociedade feudal. Com a guerra, o comércio e os lucros foram fortalecidos. Isso porque, os movimentos percorriam o continente europeu e atravessam o Mar Mediterrâneo. Dessa forma, o contato entre os camponeses e os de mais povos era de maior facilidade. Nesse sentido, a guerra santa que antes tinha o intuito de restabelecer a ordem territorial criou novas formas de organização social.

Os integrantes que faziam parte do movimento eram chamados de cruzados. O nome veio por conta da vestimenta que carregava uma grande cruz. O símbolo representava o cristianismo. A recompensa para os cruzados que participassem das expedições era o perdão dos pecados.

As divisões

A primeira Cruzada foi convocada em 1096 pelo papa Urbano II. Na época, Jerusalém estava tomada pelos turcos e muçulmanos. Assim, o intuito era retomar as terras aos cristãos. Isso porque, os turcos e muçulmanos perseguiam os cristãos que tentavam visitar a Terra Santa.

A segunda Cruzada foi organizada em 1147 sob comando de reis e imperadores. Assim, o principal objetivo era reconquistar a Palestina que ainda estava sob domínio dos turcos. Porém, a expedição falhou e o objetivo não foi alcançado.

Cruzadas, o que são? História, principais objetivos e consequências
Pintura retrata a conquista de Jerusalém pelos cavaleiros cruzados. Fonte: Revista Galilleu

Houve ainda a terceira guerra santa denominada Cruzada dos Reis, em 1189. Os objetivos militares traçados não foram alcançados pelos militares. Entretanto, alguns acordos foram traçados com os turcos para que a peregrinação até a Palestina pudesse ser feita pelos cristãos. Por fim, a quarta guerra santa ficou conhecida como Cruzada Comercial por ter sido liderado por comerciantes italianos.

Consequências

O principal objetivo das cruzadas eram reconquistar as terras de Jerusalém. Porém, o objetivo fracassou. Entretanto, com as guerras santas, outros fatores foram surgindo com o passar dos anos, como a movimentação do comércio e ascensão da sociedade feudal.

Cruzadas, o que são? História, principais objetivos e consequências
Pintura representa batalha entre os cavaleiros cruzados e as tropas muçulmanas. Fonte: Revista Galilleu

Uma das consequências foram os acordos econômicos que começaram a ser traçados com outros continentes. Além disso, a dominação dos árabes sobre o Mar Mediterrâneo foi eliminada. Dessa forma, o comércio ocidental pode se desenvolver.

Além disso, as guerras santas causaram:

  • Enfraquecimento da aristocracia feudal;
  • Fortalecimento do poder real;
  • Expansão do mercado;
  • Enriquecimento do Oriente.
Leave a Comment