Cortar no sal previne futuras doenças cardíacas

A pressão alta, geralmente desencadeada pela elevada ingestão de sódio (sal), é a principal causa das doenças cardíacas. A hipertensão é, também, a principal causa de acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca e doença renal.

No entanto, mesmo que nunca mais salgássemos outro prato nas nossas vidas, ainda estaríamos a ingerir muito sódio, já que este é adicionado aos alimentos fabricados para dar sabor, textura e cor, além de ser conservante.

Uma nova metanálise de 133 ensaios clínicos sobre redução da ingestão de sal, publicada no jornal britânico BMJ e citada pela CNN, encontrou fortes evidências sobre o que aconteceria se o sal nos alimentos que ingerimos fosse cortado.

O corte de sódio na dieta reduziu, não só, a pressão arterial naqueles com hipertensão existente, como também reduziu a pressão arterial em pessoas que ainda não estavam em risco.

Assim, cortar no sal beneficiaria até aqueles que ainda não se encontram em risco. 

Leave a Comment