Celtas, quem foram? Organização social, economia, cultura e religião

Os Celtas eram povos que viviam onde hoje se encontra o território europeu. Assim, entre os séculos II e III a.C, os povos Celtas construíram um legado que influenciou, posteriormente, outros povos que vieram em seguida. Além disso, contribuíram para a cultura, a mitologia, a língua, o folclore e a arte de outras civilizações.

Apesar de possuírem poder bélico considerável e grande parte do território europeu conquistado, os Celtas foram derrotados pelos romamos. Isso porque, existia uma divisão entre os grupos de uma mesma civilização. Assim, as divisões, que muitas vezes acabavam em conflitos, foram favoráveis para que os romanos tomassem o poder.

Um ponto importante a ser destacado foi a influência que os Celtas deixaram em relação ao manuseio do ferro e da metalúrgica. Dessa forma, todo o conhecimento adquirido durante aquela época, ainda perdura nos dias atuais. Além disso, foram descobertas que facilitam a vida da população em vários sentidos nos dias de hoje.

Formação dos povos Celtas

A Civilização Celta teve origem no segundo milênio antes de Cristo. Assim, reuniam povos com características distintas e de diversas etnias, que ocupavam o território onde hoje se localiza a Europa. Como exemplo, faziam parte da civilização celta os bretões, os gauleses, os belgas e os batavos. Inclusive, esses mesmos nomes foram designados à regiões do Império Romano, quando esse dominou os Celtas.

Apesar da Civilização Celta ser formada por integrantes de diversas etnias, é importante ressaltar que os constituintes não formavam um grupo harmônico. Dessa forma, as divisões feitas dentro da civilização seguiam, até mesmo, diferentes caminhos dentro do território europeu. Assim, eram comum existir conflitos entre integrantes de grupos diferentes. Além disso, alguns grupos eram aliados do Império Romano.

Celtas, quem foram? Organização social, economia, cultura e religião
Império Romano. Fonte: História

Entretanto, apesar das desavenças entre os grupos distintos dentro da mesma civilização, os Celtas foram organizados para deixar um legado lembrado até os dias atuais. Assim, são heranças históricas e culturais importantes para a humanidade. Logo, caso a civilização celta tivesse sido um povo unido, se enquadrariam entre uma das maiores civilizações da história.

Por consequência da falta de união entre os povos, o Império Romano acabou dominando a civilização. Que, apesar de estarem espalhados por grande parte da Europa, não conseguiram combater os romanos. Dessa forma, a civilização celta se dividia em nobres, homens livres, servos, artesões e escravos. Além disso, existiam os druidas – possuíam o maior prestígio dentro da civilização – também chamados de sacerdotes.

Economia, cultura e arte

Uma das práticas mais utilizadas na economia era o comércio. Assim, a Civilização Celta desenvolvia a troca de mercadorias com outras civilizações da antiguidade. Além disso, a agricultura também era utilizada como forma econômica. Nesse sentido, possuíam sistemas agrícolas bastante desenvolvidos para a época.

Celtas, quem foram? Organização social, economia, cultura e religião
Os símbolos representam o animismo, que é a crença de que tudo que existe possui alma. Fonte: Eu sem fronteiras

Em relação a cultura, a civilização celta era amante do artesanato e da música. Além disso, possuíam o dialeto indo-europeu, sendo a língua céltica a utilizada pelo povo Celta. Uma curiosidade, é que os Celtas foram os primeiros povos a usarem o ferro no continente europeu. Dessa forma, foram considerados os impulsores da idade do Ferro.

Já em relação às artes, a Civilização Celta produzia artefatos baseados no metal, elemento que já era utilizado na época. Assim, produziam utensílios como joias, artefatos sagrados, armas, armaduras, dentre outros. Além disso, eram adeptos da arte abstrata, presente em diversos desenhos desenvolvidos pelos Celtas. Logo, os desenhos possuíam formas geométricas e desenhos espirais.

Música, religião e mitologia

A Civilização Celta utilizava de diversos recursos como flautas, gaita de foles, harpas para produzir músicas. Assim, a maioria das produções eram de caráter religioso e eram realizadas por trovadores, druidas, bardos e dançarinos. Nesse sentido, a música produzida pelos Celtas ainda influencia a cultura atual, principalmente da música folclórica irlandesa e escocesa.

Celtas, quem foram? Organização social, economia, cultura e religião
Símbolos da mitologia Celta. Fonte: Saudoso Nerd

Em relação à religião, os Celtas acreditavam em diversos deuses. Ou seja, eram politeístas. Assim, as crenças da civilização era baseada em misticismos. Além disso, realizavam cerimônias, festas e rituais para homenagear deuses e deusas. Dessa forma, os druidas – também chamados de sacerdotes – conduziam os rituais. Em algumas ocasiões, havia o sacrifício de humanos. Dentre os deuses que mais se destacavam, podemos citar:

  • Deusa-mãe: deusa da natureza
  • Tan Hill: deus do fogo
  • Tailtiu e Macha: deusas da natureza
  • Epona: a deusa dos cavalos
  • Goibiniu: deus fabricante de cerveja

Curiosidades

  • O imaginário Celta é lembrado pelas lendas e deuses. As lendas que merecem destaque são: Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda e Tristão e Isolda;
  • Alguns contos de fadas mais conhecidos, são inspirados na cultura Celta. Por exemplo, o conto da Chapeuzinho Vermelho. Assim, na história original, ela era o sol e o lobo era a noite;
  • A festa do Halloween tem origem num festival celta, o Samhain;
  • Alguns símbolos são associados à Civilização Celta. Por exemplo, a Cruz Celta, o Triskle e o Nó Celta.

O que achou da matéria? Conhecer os povos da antiguidade, assim como o legado que eles deixaram para a história é um conhecimento rico e importante para entender as origens da humanidade.

Leave a Comment